sexta-feira, julho 25, 2008

A maldição dos computadores



Quando eu digo que os computadores me odeiam as pessoas não acreditam... Cobardes! Toda a gente sabe que é verdade mas ninguém se impõe contra esta tirania contra a minha pessoa.

Estava eu com os níveis de stress e colesterol ao máximo a escrever coisas para a tese quando o PC pensou: "Elah... se eu avariasse nesta altura em que o Tiago tem tanta coisa para fazer e precisa mesmo de trabalhar em mim seria mesmo chato; Ups... avariei".

Com o portátil avariado a minha vida tornou-se um autêntico inferno devido à dependência que já temos destas máquinas demoníacas. Tive que passar os dias a trabalhar nos computadores da faculdade e a sair de lá tardíssimo.

Pus o PC a arranjar. Ficou por lá 20 dias mais ou menos... A garantia cobriu os custos.

Recebo uma sms no telemóvel a dizer que o portátil estava pronto para ser levantado. Fiquei feliz e radiante por finalmente ter este bicho nojento em casa.

No mesmo dia que o fui buscar à loja estraguei-o de novo! QUÉ ESTA M******! PORQUE É QUE ESTAS M***** SÓ ME ACONTECEM A MIM! AHHHHGGGGGRRRRRGGGGGHHH! RAIOS PARTAM TODOS OS COMPUTADORES! Foram algumas das injurias proferidas por mim quando depois de estar a mexer há 3 horas no computador ele decidiu avariar de novo. Porém, o milagre ocorreu e não foi preciso levá-lo a arranjar novamente, apenas foi formatado.

É assim, com estes pequenos acontecimentos que descobrimos a razão, o propósito, o fim pelo qual nascemos. A meu é estragar computadores. E o teu?

3 comentários:

Firefly disse...

Arranjar-to?

GotchyaYinYang disse...

O meu é dar-te na cabeça!!!

blueminerva disse...

Meu caro, é com tristeza que lhe digo que também a mim acontecem semelhantes caralhadas. You are not alone.

Adonde é que voces andam?