quarta-feira, março 18, 2009

O Papa devia ser mudo!


O Papa afirmou que "não se resolve o problema da sida com a distribuição de preservativos. Pelo contrário, o seu uso agrava o problema".

Só uma pessoa com uma irresponsabilidade tal pode proferir estas palavras, ainda mais sendo um líder espiritual. Estas palavras provocaram estragos imensos em todo o mundo em particular nos países africanos.
Só uma pessoa sem qualquer percepção da realidade pode dizer uma coisa destas. Mas é natural que uma pessoa que passa os dias com o rabinho sentado numa cadeirinha almofadada com seda e não tem qualquer percepção real do mundo exterior diga coisas estúpidas e irresponsáveis como estas.

Este papa vive no séc. XXI? Este Papa sabe quantas pessoas morrem de sida por ano? Este Papa tem algum sentimento de compaixão?

Se não querem ajudar ao combate à sida então também prejudiquem. Façam voto de silêncio e deixem-se estar a viver à custa da fé dos parvos que ainda seguem religiosamente os costumes da igreja.

Se Deus de facto existe ele está de certeza com cólicas por todas as coisas que andam a ser feitas e ditas em seu nome.

Ainda estou incrédulo. O que me consola é que um dia terei a oportunidade de lhe dizer isto cara a cara quando nos encontrarmos no inferno...

PS: E consegui fazer um post sem dizer asneiras nenhumas. O mesmo não aconteceu quando li a noticia.

12 comentários:

Rute disse...

Ahahahah. Pois. Nenhuma asneira parabéns.

Ao contrário de ti o papa sim diz muitas asneiras. É sobre homossexualidade, sobre o aborto, agora sobre a sida! Qualquer dia diz que a raça alemã é a perfeita, a preferida por Deus e a Igreja! Estou a ver os católicos todos a tentarem nacionalizarem-se alemães! AHAHAHAH. Ideota!

Daniel Silva disse...

Realmente são umas atrás das outras, mas sem o querer defender, repare-se o que aconteceu com o bispo que praticamente negava o holocausto nazi, e só depois o Papa veio a saber dos seus pensamentos pseudo_historicos e nao aceitou as desculpas que o bispo fez ao vaticano porque as não fez ao mundo em geral e aos judeus em particular.

Este Papa sofre de alguma ingenuidade. Também nao podemos querer dele a perfeição. Tem responsabilidades acrescidas mas também na universidade de Ratisbona foi (muito) mal interpretado. Falava como um académico no meio de outros tantos e depois a comunicação social empola apenas o que lhe interessa e veste as palavras no papa e nao apenas ho homem e teólogo que também é.

Sobre este caso dos preservativos, eu penso que ele se referia ao mal em si, ou seja, não é o mal em si que lhe aflige, porque ele existe se concorrermos para ele. Ele segue a apenas a posição oficial da Igreja (que não é completamente dogmatica, atenção, estamos a falar de normaos gerais, tal como no aborto é admitido pelo Vaticano (Direito canónico)nas mesmas circunstancias da Direito Civil.

Ou seja, eu penso que ele se esquece do problema africano onde a disseminação da Sida é qualquer coisa de perturbante, mas continua ainsistir no efeito e nao na causa (que tem a sua logica mas nao neste continente em particular), e que é, evitem promiscuidades, evitem parceiros a rodos, sejam monogâmicos que a Sida nunca vos atingirá... Porque a Sida nao é o cancro que pode apanhar qualquer um.

Foram palavras infelizes, estas do Papa, mas penso que percebi a ingenuidade porque vê o problema apenas na perspectiva de que se se fica doente é porque se tem comportamentos de risco e falta de valores, o que é inadmissivel à luz da Igreja.

Hugs

A... disse...

Pois, realmente foi um acto de grande irresponsabilidade. Mas como dizes ele está enclausurado no seu mundo irreal e preocupado apenas em espalhar a "vontade" de Deus...

GotchyaYinYang disse...

"Se Deus de facto existe ele está de certeza com cólicas por todas as coisas que andam a ser feitas e ditas em seu nome."

Diz tudo...

Anónimo disse...

de palavras infelizes este papa anda a se superar!!!



belo espaço!!


tetê
.

CA disse...

Bem, se o pai dele tivesse usado preservativo já não o tínhamos de ouvir, não é?

Sinceramente, como é que ele pode dizer que "o uso do preservativo só agrava o problema"?...


Bela caricatura. LOL

Anónimo disse...

Para além de que, o senhor é um bocado para o feio.

Podia-se ter evitado este "aborto"... com o preservativo, lá está. =P

Ana Pena disse...

Epáaa o Daniel Silva tem a sua razão. Penso que o Sôr Papa teve uma saída infeliz mas não acho que ele considera a Sida como um mal menor quando comparado com a contracepção! Também não sejamos más-línguas.

Beijinho pipoo*

Daniel Silva disse...

Transcrevo um comentário que acabo de ver num blogue e que tb postei no meu sobre a celeuma do preservativo e o Papa. A minha opinião ja foi transmitida e nao volto ao tema. A Sida nao se combate com palavras mas também nao se deve fomentar uma cultura de desresponsabilizaçao apenas em nome sabe-se lá de quê. A Sida nao se erradica com preservativos mas com uma mudança de mentalidades. Até lá, o preservativo terá de ser a pseudo-solução para que nao haja mais infectados. Mas entendo as palavras do Papa, como Vasco Pulido Valente de outra maneira entendeu.

Hoje no Público, escreve ele assim:

"Os valores de Bento XVI não são os valores de um governo, de uma ONG ou de um indivíduo que tenta limitar o imenso desastre da sida em África. São valores de outra ordem. São valores de uma ordem religiosa, que cada vez menos se percebem ou respeitam no Ocidente. Não vale por isso a pena discutir a moral sexual da Igreja (e do Papa). Vale a pena garantir que ela não invade a esfera da liberdade civil. Ora Ratzinger não andou por África a pedir que se proibisse o preservativo. Pediu aos católicos que prescindissem dele, em nome de uma perfeição que os católicos escolheram procurar. A influência dele é, neste capítulo, deletéria? Inegavelmente. Convém que ela não alastre em África (e na Europa)? Sem a menor dúvida. Mas sem esquecer que o Papa está no seu direito e no seu papel."


Pense-se também no tamanho do destaque dado pelo jornal à notícia de hoje em que o Papa condena a rapina a que África é submetida nas suas riquezas naturais, e o destaque dado a esta notícia do preservativo.

Diogo disse...

Adorei o Comic.. E santa ignorancia a da igreja.

ana disse...

hummm será que lhe podemos fazer uma espera ?!?!?

eu posso ficar a riscar o carro ...

;) Ana

Pedro Espírito Santo disse...

Portanto, podemos foder (desculpa ter dito uma asneira) até apanharmos uma doença. Aí, deveremos parar de praticar o coito e passar a vida em tratamentos. E sem sexo. O que conduzirá, indubitavelmente, ao suicídio.

Adonde é que voces andam?