terça-feira, julho 11, 2006

!

Peço desculpa a linguagem, mas vou contá-la tal e qual como a li:

«Um rapaz diz ao pai de uma rapariga que ele até achava jeitosa:
-Queria pedir-lhe a cona da sua filha.
-A cona? - diz o pai- No meu tempo pedia-se a mão!!
-Pois é, mas de punhetas tou eu farto!»

5 comentários:

Rute disse...

LOL!!!! Realmente... Antigamente pediam a mão quande realmente queriam eram os entre folhos... Como fazem os casais gays? "olha queria pedir o rabinho do seu filho" LOL... E as lésbicas... "olhe.. queria pedir a carpete da sua filha.." LLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLLL!!!!!!!!!!!! Realmente... Punhetas ja ta fora de moda.

Maria disse...

Finalmente encontramos um Homem com eles no sítio, que não teve medo de pedir aquilo que realmente queria...Quanto à linguagem...Pois, não se pode ter tudo...

Arkantos disse...

Eu cá acho que esta anedota representa aquilo que realmente vai na cabeça de muitos homens... Infelizmente, nem todos são honestos... É a vidinha!!!

Ana Pena disse...

é só pa dizer que há por aí muitas virgens

Guida disse...

A pena nao se cansa pois nao? Adorei a anedota! liiiindo! mas eu prefiro a tua mao.

Adonde é que voces andam?